17 julho 2014

Filme: Onde vivem os monstros


Em um final de semana preguiçoso em que meu namorado e eu estávamos caçando o que fazer, resolvemos assistir a um filminho pra lá de alto-astral (leia aqui com a voz do narrador da Sessão da Tarde) porque nas nossas últimas sessões acabamos ficando meio pra baixo (obrigada, Ninfomaníaca!). Como ele sabe que eu gosto muito de cultura infanto-juvenil (♥), escolheu para assistirmos o longa Onde vivem os monstros.

O protagonista é Max (Max Records), um garoto bastante criativo, teimoso e agitado (cogitei até a possibilidade de ele ter TDAH) que mora com sua mãe solteira (Catherine Keener) e a irmã mais velha. Como não tem amigos e sua progenitora passa grande parte de seu tempo escrevendo, Max brinca sozinho ou com o seu cachorrinho de estimação.


Imagens do filme

Ao descobrir que a mãe levou um "amigo" dela pra casa, tem uma crise de ciúmes e é mandado para um castigo em seu quarto. Max foge e, em meio ao seu desespero, encontra um barco e rema até uma misteriosa ilha: um lugar onde vivem - tchanans, adivinhem! - MONSTROS! São sete criaturas com traços humanos e diferentes tipos de características que os marcam: egocentrismo, criatividade, companheirismo, agressividade, entre outras. E é nesta ilha que o menino finalmente faz grandes amigos e, graças às diferentes situações que enfrentam juntos, entende e aprende a lidar com cada um deles (ou será que com ele mesmo?).


O trailer

O longa, lançado em 2010 e dirigido por Spike Jonze, foi baseado no livro de mesmo título de Maurice Sendak (eu quero!). A princípio pensamos que seria um filme direcionado apenas a crianças, mas estávamos enganados: há mensagens que talvez só gente grande consegue entender. Indicado para aqueles que, assim como eu, são apaixonados por cultura infanto-juvenil e que lutam todos os dias para entender os seus próprios monstros!

Fontes
+ Omelete
+ Adoro cinema
...
...

Nenhum comentário:

Postar um comentário